Projeto de Sonorização – Paróquia Nossa Senhora do Lago

A Paróquia Nossa Senhora do Lago está localizada no Lago Norte, em Brasília. O templo possui um tempo de reverberação de aproximadamente 5 segundos. Os nichos com paredes côncavas ao redor da nave criam concentrações de som que ajudam a destruir a inteligibilidade.

O sistema de sonorização antigo era da década de 1980. As caixas acústicas distribuídas, compostas por alto falante e tweeter, tinham resposta muito pouco linear e apresentavam deficiência na região dos médios agudos, faixa muito importante para compreensão da voz. Além disso, a disposição dessas caixas no ambiente criava várias regiões de sombra, onde pouco se ouvia o som direto. Mesmo em frente às caixas, embora houvesse muito volume, não havia clareza, pois a falta de correção de tempo entre os elementos criava uma espécie de embolação do som.

Os cabos eram muito finos e os amplificadores subdimensionados. Isso contribuía seriamente para a distorção do som quando alguém falasse mais alto ou quando a banda tocava com um pouco mais de vigor. Os cabos de microfone eram desbalanceados e a mesa de som de 12 canais não possuía muitos recursos.

Após um estudo sobre a acústica do templo no EASE, software de simulação eletroacústica, foi possível determinar o tipo, a quantidade e o posicionamento correto das caixas acústicas. O sistema atual é composto por caixas JBL CBT100LA e subwoofer JBL PRX 618S. Os cabos são bem espessos para diminuir consideravelmente as perdas de potência. Os amplificadores são todos Crown, da linha XTi. Esses amplificadores são processados, incluindo crossover, equalizador, delay e limiter, entre outros. Os ajustes podem ser feitos por computador via USB e as configurações salvas.

A mesa de som é digital, modelo M200i da Roland. São 32 canais de entrada, 08 saídas auxiliares e 04 Matrix, além da saída Main. A mesa possui equalização paramétrica completa nas entradas e saídas, além de compressores, gates e processadores de efeitos. É possível a operação remota, com ou sem fios, via Ipad. A criação de cenas permite pré selecionar o volume e as caixas que estarão em funcionamento de acordo com a quantidade de pessoas presentes. Deixar caixas ligadas em local onde não há público alimenta a reverberação e diminui a inteligibilidade.

A mesa de som está posicionada dentro do templo, no tablado usado pelos músicos. Esse posicionamento permite que o operador ouça realmente o som  que a assembleia ouve, além de possibilitar um contato próximo com as bandas. A comunicação com as entradas dos microfones do altar e com as saídas para os amplificadores é feita via cabo de rede por meio de uma medusa digital, a Digital Snake S1608.

Foram adquiridos microfones gooseneck Audio Technica U857QL para os púlpitos. A paróquia já possui um microfone sem fio de mão Shure PGX. Há previsão de aquisição de mais um sistema sem fio Sennheiser EW135 G3 e de microfones AKG D5 para os vocais.